História do Rugby

O rugby é um esporte nascido na Inglaterra no século XIX. A lenda diz que o Rugby surgiu em 1823 com William Webb Ellis, estudante da Escola de Rugby, que teria pego a bola de football com as mãos e seguido com ela até a linha de fundo adversária. Na época, cada escola inglesa jogava a sua própria forma de football e a primeira a ter suas regras escritas foi o Rugby Football, em 1845. Seria impreciso dizer que Webb Ellis jogava o futebol da bola redonda, uma vez que as primeiras regras de tal modalidade são de 1863, quando foi fundada à Football Association com o intuito de unificar as diversas regras de football. Todavia, o Rugby Football manteve sua independência e, em 1871, formou sua primeira federação, a RFU (Rugby Football Union, a federação inglesa).

O rugby passou de jogo escolar a esporte praticado por clubes em todo o Império Britânico. Desde então, o rugby se difundiu por todo o mundo. Hoje, o World Rugby (a federação internacional) possui mais de 120 países membros e o esporte é praticado por pelo menos 6,6 milhões de pessoas. Em países como Nova Zelândia, Austrália, África do Sul, Argentina, França, Reino Unido, Irlanda, Itália e Japão, o rugby é seguido avidamente por milhões de torcedores, que lotam os estádios dos torneios de seleções, como o Six Nations e o Rugby Championship, e de clubes, como a Champions Cup europeia e o Super Rugby Pacific.

No Brasil, o primeiro registro da prática do rugby data de 1891 com a fundação do Clube Brasileiro de Futebol Rugby, no Rio de Janeiro. Em 1895, o rugby começou a ser jogado em São Paulo pela iniciativa de Charles Miller, o mesmo que desenvolveu também o futebol na cidade, dentro do São Paulo Athletic Club (SPAC).

Em 2016, o rugby voltou aos Jogos Olímpicos com a modalidade de sevens, o rugby de sete jogadores, que já mexe com as paixões dos rugbiers de todo o mundo com os circuitos mundiais masculino e feminino.

 

Em breve mais conteúdo nesta seção